Fibras: o prazer sem preocupações

Fibras: o prazer sem preocupações

A importância das fibras na alimentação saudável e equilibrada.

As fibras são grandes aliadas do sistema digestivo. Na verdade, são elementos benéficos que estimulam a atividade intestinal e favorecem a sua flora. Previnem as obstruções intestinais, atuam positivamente sobre o colesterol e a glicemia, são capazes de prolongar a sensação de saciedade e ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Existem dois tipos de fibras: as fibras solúveis e as insolúveis. As primeiras são encontradas nas frutas, folhas e legumes, atuam positivamente sobre o metabolismo e desempenham a importante função de reduzir os lipídios no sangue. Por sua vez, as fibras não solúveis são encontradas sobretudo nos produtos à base de cereais integrais e favorecem a atividade intestinal. Uma dieta equilibrada deve incluir sempre as duas fontes de fibras - solúveis e insolúveis - porque ambas fortalecem o organismo e aumentam as defesas imunológicas. Vale reforçar que a ingestão diária de um litro e meio a dois litros de água é essencial para a correta digestão das fibras.

Sem glúten, mas ricos em fibras

Article7051_Junger Mann Quinoa.jpg

As farinhas sem glúten possuem uma menor quantidade de fibras do que as farinhas com glúten, razão pela qual a Schär enriqueceu os seus produtos com fibras de maçã, beterraba e psyllium (psílio), para fornecer ao organismo a quantidade correta diária de fibras. O psílio, que se destaca entre as plantas ricas em fibra, é claramente uma das mais saudáveis. Trata-se de uma planta proveniente da Índia que possui propriedades medicinais e é também uma fonte concentrada de fibras. Graças à presença de psílio nos produtos Schär, é fácil atingir a dose diária recomendada de 30 gramas de fibras. Os produtos sem glúten, junto com a correta quantidade diária de água, convertem-se assim num excelente elemento de uma dieta saudável e rica em fibras.

Dicas sem glúten