Certificações de isenção de glúten: nós temos

Certificações de isenção de glúten: nós temos

Pioneira na fabricação de alimentos sem glúten, iniciada há mais de trinta anos, a Schär conta com três importantes certificações internacionais.

Gluten Free Certification Organization

Article7083_Certified GF Logo.jpg

È um programa do “GIG” – Gluten Intolerance Group -, um grupo independente que oferece suporte às pessoas com intolerância ao glúten, doença celíaca e outras manifestações relacionadas a esta proteína. O GIG também supervisiona a produção de alimentos sem glúten de acordo com um padrão bem definido (qualidade, integridade e isenção de glúten) baseado em estudos científicos, através de inspeções em campo e com o objetivo de oferecer segurança ao consumidor na compra e consumo de alimentos sem glúten.

*Gluten Free Certification Organization (Organização para certificação de produtos isentos de glúten, em tradução livre)

 

FACE

Article7083_FACE Logo.jpg

Criada em 1994, é uma entidade sem fins lucrativos. Seu principal objetivo é coordenar os esforços realizados pelas Associações de Celíacos na Espanha para defender seus direitos e garantir a qualidade e segurança dos produtos. O selo “controlado pela FACE” foi criado em 1999 e garante ao consumidor celíaco que o produto certificado cumpre com os requisitos estabelecidos, ou seja, que possui até 10ppm (partículas por milhão) da proteína, e que estão aptos para o consumo seguro por pessoas com restrição ao glúten. Para usar este selo, as empresas devem apresentar laudos de teste de isenção de glúten conforme os critérios definidos pela Federação.

*FACE (Federação das Associações de Celíacos da Espanha)

 

O símbolo do trigo cortado

Article7083_Gluten free Logo.jpg

Mundialmente reconhecido como um ícone que representa produtos isentos de glúten, este símbolo é, na verdade, uma certificação concedida pela Associação de Celíacos do Reino Unido. Somente produtos credenciados pela Associação e suas representadas em outros países podem utilizar este símbolo tão expressivo. Para receber autorização, os produtos devem ser comprovadamente sem glúten (ou seja, possuir menos de 20ppm, mediante apresentação dos laudos de teste feito em laboratório credenciado pela Associação). Além do teste, também são avaliados os ingredientes utilizados, bem como o processo produtivo em si, para identificar possíveis pontos de contaminação.